17/02/2020

A importância das novas tecnologias para a inclusão dos deficientes

A tecnologia está contribuindo cada vez mais no dia a dia das pessoas. Desde o início da Globalização que tem como objetivo à integração social, cultural, econômica e política do mundo, fez com que todos notassem pequenas evoluções em tão pouco tempo, fazendo com que causas importantes sejam cada vez mais reconhecidas. Sendo assim, através dos meios tecnológicos, as pessoas começaram a criar empatia uns com os outros, passando a reparar em coisas que antes não se importavam, porém, que ainda prejudicava algumas pessoas. Como à falta de inclusão para os deficientes que atualmente é um dos grandes temas levantados no mundo e vem gerando oportunidades.

Inicialmente, a inclusão social, é essencial para o desenvolvimento da sociedade. Visto que, ajuda na evolução do ser humano retirando privilégios que foram criados por diferentes classes sociais, e preservando o direito de igualdade a todos. De acordo com o importante filósofo, político e escritor francês Charles de Montesquieu “a injustiça que se faz a um, é uma ameaça que se faz a todos”. Contudo, é evidente que hoje a mais visibilidade para os deficientes em quase todos os lugares e com a ajuda de aparelhos facilita o acesso para se locomover melhor, trabalhar, estudar ou praticar esportes, entretanto, ainda existe desrespeito e preconceito por parte da população.

Convém, lembrar ainda que um dos avanços através da tecnologia para a integração dos deficientes, foi a Paraolimpíadas que surgiu em 1960. Vale também ressaltar, que é uma versão de Jogos Olímpicos para atletas portadores de deficiência física e sensorial, visto que, as modalidades são adaptadas para diferentes graus de deficiência. Dessa forma, a inteligência artificial se fez muito necessária, porque, o site de esporte da IG, cita cinco inovações tecnológicas que foram utilizadas pelos atletas paraolímpicos em 2016, e duas delas foi a lâmina de corrida que é utilizada por quem teve as pernas amputadas do joelho para cima e a touca de tecnologia que emite um alerta vibratório para avisar o nadador com deficiência visual o momento exato para virar.

Desse modo, portanto, é possível compreender que quanto mais avançamos com a tecnologia, mais rapidamente ela se tornará eficaz para a justiça daqueles que um dia foram injustiçados. Além disso, com a Declaração Universal dos Direitos Humanos onde se diz que “Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotadas de razão e consciência e devem agir em relação umas às outras com espírito de fraternidade”, ou seja, essa declaração tem como objetivo informar as pessoas de que elas devem preservar o respeito pelo outro independente de qualquer coisa, se unindo para que todos se sintam incluídos na sociedade e não excluído pela mesma, portanto, a prática de preconceito e bullying vai contra os deveres da humanidade o levando a punição.

Nome: Giovanna Emanuele de O. Silva         Turma: 516
Orientador: Vanessa Toledo Real Martelli      Curso: Informática

REFERÊNCIAS:

https://esporte.ig.com.br/olimpiadas/2016-09-05/tecnologia-esporte.html - Indireta

http://deficienciavisualsp.blogspot.com/2009/04/blog-post.html - Direta

Euro Anglo Unidade Sorocaba - SP