19/12/2019

A importância de uma alimentação balanceada para cães e gatos

Como qualquer ser vivo, os cães e gatos necessitam de uma dieta balanceada para crescer, desenvolver-se e manter a saúde.

Embora existam muitos avanços na nutrição animal em termos de pesquisas científicas, muitos animais ainda estão adoecendo por causa de alterações nutricionais, seja pelo excesso ou por deficiência prolongada de alguns nutrientes na dieta. Muitas vezes isso acontece pela escolha errada da alimentação. Oferecer por conta própria apenas um tipo de alimento sem variar os ingredientes ou em quantidades inadequadas são erros que levam a consequências desastrosas.

Os componentes básicos de uma alimentação equilibrada são água, proteína, gordura, carboidratos, vitaminas e minerais, todos com papel importante no funcionamento do organismo.

Vale a pena ressaltar que os alimentos destinados ao consumo humano fazem mal ao seu pet.

A alimentação balanceada é importantíssima para que os pets levem uma vida saudável.

A grande maioria das famílias consideram seus pets como membros da família e a preocupação em suprir as suas necessidades é uma preocupação constante para seus tutores que atualmente tem a disposição uma gama de produtos de alta qualidade à disposição de seus pets.

A necessidade de uma alimentação adequada requer nutrientes específicos e é a base do estudo da nutrição animal. È importante destacarmos que existem alimentos adequados para cada tipo de animal nas mais diversas fases da vida, isto é, desde filhotes até cães idosos. Hoje é possível encontramos alimentos completos destinados á raças específicas, atividade exercida pelo animal ou estilo de vida (como por exemplo: cães ativos e de trabalho ou animais que vivem dentro de casa) e também a nutrição clínica (rações terapêuticas destinadas à terapia coadjuvante no tratamento ou controle de várias doenças).

Ao conhecermos as fases de vida dos pets, ajudamos a determinar um correto manejo alimentar coerente com cada fase visando ótimo estado de saúde e qualidade de vida.

Ao desmame os animais deverão se adaptar a uma nova realidade, sem a mãe e uma nova dieta alimentar com alimentos processados.

A fêmea necessita de uma capacidade de manutenção e desenvolvimento dos filhotes e condições alimentares e ambientais para a lactação (fase onde é exigida uma alta densidade calórica).. O crescimento, a gestação e lactação são fases fisiológicas do animal onde existe a necessidade de um alto aporte calórico e protéico.

Ao orientarmos os tutores é sempre bom comentarmos que nem sempre um animal alimentado é um animal nutrido, isto é, é muito importante que se atentem se a alimentação fornecida fornece os nutrientes necessários. Nutrir é prevenir!

È de extrema importância o conhecimento das características fisiológicas e das exigências das diferentes espécies nas diferentes fases de vida para que se possa atender a demanda de um mercado que está em franca expansão: o da nutrição de pets.

 

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA: Manual Nestlé Purina PetCare sobre Nutrição Clínica Canina e Felina

Autor: Ricardo Oliveira dos Santos
Turma 509 - Pet Shop e auxiliar de veterinária 
Orientador: M.V Esp. Rita de Cássia Danyluk Mäder

Euro Anglo Unidade Piracicaba - SP