16/12/2019

A polícia militar e o seu papel na sociedade

Este artigo relata os resultados de uma pesquisa sobre as percepções de policiais militares em relação ao ingresso na carreira policial, à visão da população sobre a atividade policial, a aspectos polêmicos da relação polícia-sociedade. A polícia é o setor da administração pública oficialmente responsável pelo exercício do controle social e pela garantia da segurança pública. Por trás desses objetivos amplos e vagos esconde-se um conjunto de práticas cotidianas que deveriam implicar inúmeras contradições, pelo menos para observador externo ao setor. Tem sido mostrado que o policial, no exercício de suas funções, age a partir de uma lógica própria que pode implicar até mesmo em inversão dos formalismos legais (Pinheiro, 1983...anistia internacional,1990). Qualquer estudo sobre a atividade policial no Brasil não pode deixar de considerar o fato de que, há mais de 20 anos, as polícias militares estaduais estão submetidas à centralizada coordenação e subordinação do exército, vigorando inclusive uma justiça intata-corporação para os policiais militares. Consequência inevitável é que a polícia civil e a polícia militar isolaram-se política e administrativamente, com a relação entre as duas organizações caracterizando-se no mínimo pelo desprezo, chegando até à hostilidade aberta.
Fischer(1985) aponta um tema básico a respeito das relações entre as duas organizações policiais. Nunca ficou suficientemente precisa a linha que delimita a atuação de ambas as organizações, é como se o controle social fosse constituído de despojos a serem disputados, cada uma procurou apropriar-se de um território onde exercer as atividades que, por premissa, definem sua existência(p.31).  Há evidências de que expressivos setores da população têm uma percepção negativa do policial, ainda que curiosamente sejam favoráveis ao aumento da repressão. Coloca-se a questão de saber se o cidadão policial está ciente dessa percepção negativa e se é sensível à hostilidade da opinião pública. As relações de polícia com os vários tipos de imprensa são conflitantes, variando da denúncia à convivência. Impossível deixar de reconhecer, adicionalmente, uma realidade de vida do policial comum plena de dificuldades em termos de remuneração e de condições de trabalho.

Aluno: Dejair Antônio do Carmo Segismundo
Professora: Isabela Marcantonio Dias

Euro Anglo Unidade Franca - SP