09/03/2020

Business intelligence

Diariamente a informação torna-se indispensável para as empresas que querem ter um diferencial de mercado. Nota-se uma demanda crescente na maioria das corporações para um melhor armazenamento, manipulação, desenvolvimento e uso das informações por seus interessados, buscando uma forma de integração dessas informações. O sistema de business intelligence vem para organizar essas informações e rever os processos contidos, tendo em vista o foco na tomada de decisões acertadas para um desempenho diferenciado no mercado.

A informação é um bem de alto valor empresarial, sendo um desafio saber utiliza-la de maneira otimizada no contexto empresarial, isto é, tomadas de decisão que estejam dentro dos mais efetivos índices de desempenho da empresa e de uma visão atual no ramo de negócios. E tendo perspectivas de onde pode chegar a

[...] informação acrescenta algo ao conhecimento da realidade a ser analisada. O dado e uma representação um registro de uma informação, o tratamento dessas informações da origem a vários tipos de dados, porém o dado deve registrar apenas os aspectos realmente são relevantes da informação. (MACHADO; ABREU, 1996, P.11) .

A inteligência de negócios surge para analisar os alicerces do negócio, com isso, se consegue ver a qualidade e competitividade de um empreendimento, que abrange a análise mercadológica, para se fortalecer da capacidade decisória e se conquistar a permanência no mercado competitivo atual, obtendo-se novas alternativas de estratégias de atuação, como por exemplo, a incorporação da tecnologia da informação para o funcionamento e melhorias significativas nos sistemas estratégicos. As empresas na sua maioria trabalham com sistemas transacionais, nos quais as informações tem uma taxa muito alta de atualização, e nem sempre se tem um sistema histórico de acompanhamento dessas transações, diferente de se entrar no contexto de Data Warehouse, no qual as informações são coletadas e armazenadas em um processo conhecido como deposito de dados, que é a armazenagem de informações relativas a atividades da empresa de forma consistente e estável, servindo, por exemplo, parar gerar relatórios de uma massa de informação, ou de necessidades informativas especificas, algo novo e mais completo, tendo como processo sumarizar e analisar os dados para uma tomada de decisão gerencial de alta qualidade.

A maior lição desse fenômeno é a crescente estrutura criada para o e-commerce, em que a granularidade, o nível de detalhes de dados e informações, gerados a cada minuto, precisam ser organizados para se visualizar o melhor uso da estrutura de tecnologia da informação, sem se esquecer de primordial satisfação do cliente. Assim se pode ter uma amostra de quantos acesso à web service, quantas máquinas se precisa para rodar um atendimento de qualidade, e, ou para baixar os custos do negócio e obter um resultado financeiro satisfatório para a empresa.

Outra saída para a pressão informacional é a identificação da necessidade de um Data Mart. Muitas empresas ingressam num projeto visualizando pequenos grupos de necessidades especiais dentro da organização. Um Data Mart reduzido vem para atender necessidades de um grupo um pequeno grupo de pessoas, pois o custo é muito mais baixo do que o de um Data Warehouse e leva um tempo bem menor para ser implantado.

REFERÊNCIAS

DEVMEDIA DATA WAREHOUSE Disponivel em http://www.devmedia.com.br/ data-warehouse/12609 Acesso em 23/02/2014.

MACHADO, Felipe Nery Rodrigues. Tecnologia e Projeto de DATA WAREHOUSE. 4. Ed. Cap. 1. São Paulo: Editora Érika, 2010.

PRIMAK, Fábio Vinícius da Silva. Decisões com B.I (Businnes Intelligence). 1.ed p. 1-70. Rio de Janeiro: Editora Ciência Moderna, 2008.

Professor: Daniel Modesto
Orientador: Daniel Modesto
Turma: Informática

Euro Anglo Unidade Sorocaba - SP