15/04/2020

Endometriose: Um problema de saúde pública

A endometriose é caracterizada pela presença do endométrio fora da cavidade uterina (VERCELLINE et al., 2014; BORGES et al., 2019). O endométrio é uma mucosa que reveste a parte interna do útero, e quando não há fecundação, uma grande parte do endométrio é eliminada durante a menstruação, o restante forma uma nova camada, dando início a um novo ciclo menstrual.

O diagnóstico da Endometriose é realizado por meio de sinais clínicos avaliados pelo médico e por meio de exames histológicos e de imagem (VERCELLINE et al., 2014).

Acredita-se que essa patologia afete atualmente cerca de 10% a 15% das mulheres em idade reprodutiva, e dessas mulheres espera-se que de 30% a 50% tenham infertilidade devido à enfermidade (COZZOLINO et al., 2019). 

Os principais sintomas da endometriose são dor pélvica, dores durante o ato sexual, dismenorreia, dispareunia, dor pélvica crônica, disúria, disquezia e infertilidade; Entre 3%  e 22% das mulheres que possuem endometriose não apresentam sintomas (BULUN, 2009; AMARAL et al., 2018; CONCEIÇÃO et al., 2019; BORGES et al., 2019). 

Desse modo o diagnóstico se torna um alívio para as mulheres, que passam a compreender motivo de suas dores e demais sintomas, aliado a evidencia vem da não malignidade da doença (AMARAL et al., 2018).

Agora que você sabe um pouco mais sobre a Endometriose, cuide-se! Consulte seu ginecologista de forma regular e mantenha os exames atualizados.

VERCELLINI P, VIGANÒ P, SOMIGLIANA E, FEDELE L. Endometriosis: pathogenesis and treatment. Nat Rev Endocrinol 2014;10(05): 261-275. 

COZZOLINO, M. et al. Variáveis associadas à dor relacionada à endometriose: estudo piloto usando uma escala analógica visual. Rev Bras Ginecol Obstet Vol. 41 No. 3/2019.

AMARAL, P. P. et al. Aspectos diagnósticos e terapêuticos da endometriose. Revista da Faculdade de Educação e Meio Ambiente, Ariquemes, v. 9, n. ed esp, p. 532-539, 2018.

CACCIATORI, F. A.; MEDEIROS, J. P. F. Endometriose: uma revisão da literatura. Revista Iniciação Científica. Criciúma. v. 13, n. 1, 2015.

Conceição, H. N. da, Conceição, H. N. da, Santos, F. B. dos, Silva, Ítalo R. C., Silva, L. de A. da, Silva, V. E. S. da, & Moreno, F. C. (2019). Endometriose: aspectos diagnósticos e terapêuticos. Revista Eletrônica Acervo Saúde, (24), e472. https://doi.org/10.25248/reas.e472.2019.


BORGES, Alanna Moreira et al. USO DE ANÁLOGOS DO GNRH NO TRATAMENTO DA ENDOMETRIOSE: UMA REVISÃO DE LITERATURA. In: Congresso Interdisciplinar-ISSN: 2595-7732. 2019.

Dra. Géssica Andrade

Euro Anglo Unidade Franca - SP