09/01/2020

O desafio do pequeno empreendedor

Nenhuma empresa por menor que seja, não sai do papel sem ser competitiva. O maior desafio dos empreendedores é saber administrar o desenvolvimento para que ela continue competitiva e crescendo em todas as áreas de produção. Abrir uma empresa não é nada fácil, é uma tarefa que envolve dedicação e preparação para enfrentar o que está por vir, pois, são muitos os desafios. O primeiro passo é se antecipar aos desafios e se preparar para encará-los.

As concorrências serão um dos principais desafios, muitas empresas funcionam ilegalmente, deste modo, não pagam imposto de renda e muito menos a contratação dos funcionários, por isso acabam tendo um custo a menos, tornando concorrentes difíceis de se vencer pelo preço.

O mercado acaba por ser mais competitivo ainda quando falamos do empreendedor novato, que precisa estar relacionado com fornecedores, algo que exige certa experiência, isso nem sempre é fácil, para conseguir a colaboração precisa se passar confiança, ter uma ótima relação e ser determinado, para que consiga entrar em uma negociação e ter bons frutos assim em diante, e permanecer com esse fornecedor.

Outro ponto é o Recurso Humano, nas maiores empresas é comum ver os funcionários trabalhando em equipe, porque produz mais trabalho e tem mais qualidade, já para o pequeno empreendedor é mais difícil essa opção, porque a empresa é menor e por ser menor tende a ter menos funcionários, gerando acúmulos nas tarefas.

A questão financeira é outro desafio, para começar precisa ter um controle financeiro, do que entra e sai, investimentos e financiamentos, porém muitas pequenas empresas tem o problema de administrar, tendo dificuldades de prever receitas e ter o capital de giro se mantendo seguro e robusto.

O pequeno empreendedor tem dificuldade em ter a obtenção de crédito, diferente das empresas maiores, por isso algumas pequenas empresas perdem a oportunidade de crescer por não ter os mesmos recurso e assim indo à falência.

Quando olhamos para a parte fiscal, vamos para o panorama do país, o Brasil é um dos países com impostos mais elevados a serem pagos. A vasta burocracia para ter uma empresa desanima muitos empreendedores. Cada empresa deve pagar mensalmente pelo INSS (Instituto Nacional do seguro social) e o IRPJ (Imposto de renda de pessoa jurídica), principais impostos a serem pagos.

Não há como evitar arcar com as obrigações fiscais. E para isso é evidente que todos os impostos precisam ser pagos para que não ocorra problemas futuros na empresa.

O segredo para o pequeno empreendedor é antes de partir para o negócio, aprender a administrar esse negócio mantendo um bom planejamento e formas de controle da organização.

Nem tudo é ruim, o mercado está mais ágil, e com isso as empresas ganham um ponto ao seu favor, em inovar os produtos aos seus consumidores, com a internet ficou tudo mais fácil, muitas empresas aderiram ao mercado digital, com isso os consumidores optam a não sair de casa e fazer sua compra pela internet, mas muitos empreendedores acabam caindo na mesmice e esquecendo de inovar, por isso eles devem procurar saber o que falta para os consumidores e o que mais está vendendo atualmente. 

Nome: Michele Sobral dos Santos
Orientador: Professor William Maia Ribeiro

Euro Anglo Unidade Sorocaba - SP