13/03/2020

Você é inteligente sim!

Mais um dia de aula, hoje falaremos de matemática financeira aplicada as rotinas de Departamento Pessoal. A tensão está estampada no rosto da maioria do alunos, que de antemão estão sofrendo pela complexidade do conteúdo. “Calma! Calma! Não priemos cânico!” Como dizia o Chapolim Colorado, da série Chesperito, sucesso mundial, onde uma personagem heroica porém sem tanta inteligência lógico-matemática, salva sempre o dia de seus colegas de ficção, talvez ele (Chapolim) seja muito parecido com a gente (me incluo) que fica tenso diante de um problema matemático.
Até alguns anos entendíamos como inteligência apenas a capacidade do indivíduo em: calcular ordens matemáticas, habilidades de raciocínio lógico e afins. Era comum realizarmos testes de QI para sabermos nossa capacidade intelectual. Ainda bem que ampliamos nossos horizontes e através da Teoria das Inteligências Múltiplas, identificadas por Howard Gardner pudemos compreender melhor o funcionamento de nossas habilidades.
Gardner fez a identificação de nove tipos de capacidades, chamadas de inteligências, e que trará agora um novo panorama para o seu autoconceito de achar-se bom ou ruim para o mundo profissional, atente-se e encontre suas maiores capacidades: 

 

Número 1 – Inteligência Linguística
Pessoas que tem facilidade em organizar frases de forma clara, gostam de ler, escrever e conseguem guardar conteúdos, além de serem ótimos em discursos e oratória.

 

Número 2 – Inteligência lógico-matemática
Pessoas que conseguem facilmente realizar projeções lógicas, resolvem problemas matemáticos rapidamente e são hábeis em física, química, informática e etc... Essa inteligência era a única considerada nas avaliações habituais.

 

Número 3 – Inteligência Espacial
Habilidade em enxergar o mundo em 3D, pessoas que tem boa noção de espaço, consegue traçar formas e imaginar um objeto ou lugar mesmo antes deles estarem prontos, são ótimos em artes visuais.

 

Número 4 – Inteligência Naturalista
Pessoas que tem habilidades com a natureza, conseguem entender os organismos, as plantas, os animais, bem como interagir com eles, além de geralmente estarem envolvidos em causas ecológicas.

 

Número 5 – Inteligência Intrapessoal
É a habilidade de compreender a si mesmo, bem como seu papel no mundo, com grande autoestima. São pessoas otimistas, com valores sólidos de moralidade e princípios.

 

Número 6 – Inteligência Interpessoal
Pessoas que tem a capacidade de compreender de forma empática o ser humano, entendendo seus anseios e limitações, são sociáveis e ótimos para trabalhar em equipe, são comunicativos e dinâmicos.

 

Número 7 – Inteligência Musical
Habilidade de discernir notas, sons, instrumentos, bem como criar composições mentalmente com a facilidade para transcrever estas questões para o cotidiano, estas pessoas são sensíveis aos ruídos diários,

 

Número 8 – Inteligência Corporal-cinestésica
Pessoas com inteligência corporal possuem capacidade de dominar o próprio corpo, oferecendo controle sobre gestos e movimentos, geralmente bailarinos, esportistas e outras funções que exigem domínio corporal.

 

Número 9 – Inteligência Existencialista
Habilidade de entender o mundo, a vida, a existência, assim como a capacidade de levantar questionamentos sobre o processo existencial ou de interação humana. Pessoas com essa inteligência costumam ter visão holística das pessoas e situações.

Bom, com essas nove inteligências apresentadas você pode encontrar sua maior habilidade, recebendo um despertar sobre quais habilidades precisa desenvolver. O fato de se identificar com uma inteligência não significa que todas as outras habilidades não existem, com trabalho e dedicação todas as inteligências podem ser potencializadas. 
Por isso, antes de “surtar” com as aulas de matemática, lembre-se: você pode ter outras habilidades geniais dentro de você, basta que as desperte.  Você é inteligente sim!

 

Autor: William Maia Ribeiro
Orientador: William Maia Ribeiro
Professor de Gestão Empresarial

Euro Anglo Unidade Sorocaba - SP