18/12/2019

Venda De Animais Se Tornou Proibido!

Lei

O relatório final da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), concluiu pela regulamentação da prática de comercialização de animais domésticos, exóticos e silvestres. O documento determinou a proibição de animais em vitrines, como em lojas de pet shop, e a venda eletrônica dos bichos. Na reunião desta quarta-feira (6), o relatório de mais de 700 páginas, elaborado pelo deputado Delegado Bruno Lima (PSL), foi aprovado. Devido a essa nova lei que proíbe as vendas clandestinas (feiras, exposições, etc) e as vendas em pet shops e internet, os cidadãos se revoltaram com os deputados e chegaram até mesmo a fazer manifestações perigosas e ameaças aos deputados da CPI.

Inicialmente, os deputados Marcio Nakashima (PDT), Adriana Borgo (PROS) e Monica da Bancada Ativista (PSOL) apresentaram seus pareceres, mas apenas o da deputada Monica foi mantido como contraponto e acabou derrotado.

A regulamentação da comercialização de animais será feita por meio de um projeto de lei que será apresentado em conjunto pelos parlamentares.

Segundo o presidente da CPI, deputado Bruno Ganem (PODEMOS), o trabalho deve continuar. "Obtivemos um resultado ponderado. É fundamental a gente lutar contra a violência e os maus-tratos aos animais.


Na minha opinião, a legislação precisa ser dura, os maus-tratos com animais não podem ser aceitos de maneira alguma e as pessoas que o praticam precisam sim de uma pena alta na cadeia, os animais são seres vivos, não são objetos, eles possuem sentimentos e sentem como nós. Assim como lutamos para abolir a escravidão humana, devemos lutar para abolir a “escravidão” animal.

Evite ao máximo comprar, adote um amigo!

Aluna: Giovanna Kethelyn

Euro Anglo Unidade Ribeirão Preto - SP